Alimentação saudável – Por Laura Morshak

A alimentação saudável vem se perdendo. E eu não digo apenas em relação aos muitos alimentos industrializados e empacotados que preenchem as prateleiras dos supermercados. Digo do medo das pessoas em comer comida normal achando que precisam de algo diferente, super elaborado e “fit”. Mas não. A alimentação saudável começa quando você descasca mais e desempacota menos. Quando você se senta em uma mesa com as pessoas que gosta e come prestando atenção nos alimentos. Começa quando você escuta o seu corpo.

A alimentação saudável envolve muito mais do que a quantidade de quilocalorias de um alimento. Envolve todos os aspectos sociais, ambientais, políticos e culturais das nossas vidas. Ela é individual, é o que você pode fazer dentro das suas possibilidades. E, por isso, ela vem se perdendo. Porque, quando dizemos que determinado alimento faz bem ou faz mal, que devemos cortar glúten/lactose ou que carboidrato engorda, estamos agindo justamente de forma contrária a nutrição. Estamos pondo rótulos que não se aplicam de forma generalizada. E a nutrição não é, e nunca vai ser, generalizada.

Então, sim, a alimentação saudável vem se perdendo no meio de tanta comercialização de alimentos; mas a gente pode mudar isso. E toda essa mudança começa no prato, nas escolhas básicas do dia a dia. Se alimentando com comida normal, que a gente planta e colhe – sem gerar mais problemas do que já existem. Arroz, feijão, vegetais, frutas. E, se você precisa de ajuda para fazer as melhores escolhas dentro do seu contexto individual, um(a) nutricionista pode lhe orientar.

Nutricionista Laura Morshak CRN 15624
Rua Dona Laura, 333, sala 605 – Bairro Moinhos de Vento
Instagram: @nutrimorshak – Fone e WhatsApp (51) 99544-0686