Foto Cleiton Thiele - PRESSPHOTO

Otto Guerra apresenta “A cidade dos piratas”, na sessão gratuita “filme em desarranjo”, no Cine Iberê

Cineasta comenta a sessão “filme em desarranjo”, que mostra o processo da animação A Cidade dos Piratas, em fase de finalização, com entrada franca

 

No próximo domingo, 11 de fevereiro, a Fundação Iberê Camargo exibe a animação A Cidade dos Piratas – filme ainda inédito e em fase de finalização –, do cineasta Otto Guerra. A sessão comentada pelo diretor acontece a partir das 16h, com entrada franca. A sessão especial ganha o título de “filme em desarranjo” e é uma oportunidade única para conhecer o processo de criação de Otto Guerra, considerado um dos mais importantes realizadores do cinema brasileiro de animação.

Com previsão de lançamento ainda em 2018, A Cidade dos Piratas é uma animação baseada na vida e obra da cartunista Laerte Coutinho, autora, entre outros, dos famosos cartuns Os Piratas do Tietê. No filme, um diretor de cinema se vê diante de uma situação complexa no meio da produção de seu longa: o autor da historia passa a negar os Piratas do Tietê, personagens principais da trama já quase pronta.  Em uma tentativa desesperada de salvar sua produtora e terminar o filme, ele decide contar seu drama, criando um labirinto caótico entre a ficção e a vida real.

Otto Guerra é sócio da produtora Otto Desenhos Animados, que neste ano completa 40 anos de produção audiovisual em animação. Sua extensa filmografia, entre curtas e longas-metragens, é premiada em festivais de cinema no Brasil e no exterior. Em 2017, Otto foi um dos homenageados do Festival de Cinema de Gamado, quando recebeu o troféu Eduardo Abelin pela sua trajetória. Entre seus filmes de longa-metragem de maior sucesso estão Rocky & Hudson (1994), Wood & Stock: sexo, orégano & rock’ n’roll (2006) e Até que a Sbórnia nos separe (2013), codirigido por Ennio Torresan.

Exposição em cartaz

Sol Preto é uma exposição do artista carioca Daniel Frota e parte de sua pesquisa sobre uma expedição científica realizada em 1919, na cidade de Sobral, no sertão do Ceará, que teve o objetivo de observar e documentar um eclipse solar. As instalações, esculturas, gravuras e vídeo presentes na exposição investigam o impacto causado pela presença dos pesquisadores britânicos na população local, evocando o choque entre crenças religiosas e científicas, e mostrando as relações de poder estabelecidas pelo contraste entre o avanço do conhecimento científico e a precariedade socioeconômica da região.

A Fundação Iberê Camargo tem o patrocínio de  ItaúGrupo GPSIBMOleoplanAgibankBTG PactualBanrisul e apoio SLC Agrícola e DLL Group, com realização e financiamento do Ministério da Cultura / Governo Federal

Serviço:

Cine Iberê

Domingo, 11 de fevereiro, às 16h – Filme em Desarranjo

Exibição do filme (em fase de finalização) A Cidade dos Piratas, de Otto Guerra (1h30min, 2018, Brasil). Sessão única, comentada por Otto Guerra Entrada franca

Endereço: Fundação Iberê Camargo – Avenida Padre Cacique, 2000

Transporte: As linhas regulares de lotação que vão até a Zona Sul de Porto Alegre param em frente ao prédio, assim como as linhas de ônibus Serraria 179 e Serraria 179.5. É possível tomá-las a partir do centro da cidade ou em frente ao shopping Praia de Belas. O retorno pode ser feito a partir do Barra Shopping Sul, por onde passam diversas linhas de ônibus com destino a outros pontos da cidade.

Site: www.iberecamargo.org.br 

Fanpage: www.facebook.com/fundacaoiberecamargo